21.5.09

desencontros

por que se escrever escreve?
digo a caneta o que penso andando
e o que ando pensando
(de bicicleta ou parado)

nascemos ilimitados
e vamos nos limitando
por nossa própria história,
pela vida que levamos,
e nossa condição...

mas a vida sempre quer mais
enquanto alguns querem
se vender e se comprar
por tão pouco..

assim como um cavalo
as pernas vão enrijecendo,
tomando espaço e forma ____
lugares meus e não-meus
dias sins e dias nãos
desencontros

11 comentários:

Márcio B. S. disse...

Belas poesias vc tem escrito ultimamente, me parece tranmitir muitos qustionamentos importantes!

bruno nobru disse...

valeu Marcio, ando me elaborando com intermédio de minhas vivencias, meus sentimentos e meus rabiscos..

Christiane Forcinito Ashlay Silva de Oliveira disse...

Tudo depende de como encara sua "vontade de poder" amigo... Como é sua "sede de vida"...

ADOREI suas poesias... Mas acho que está precisando ler mais Nietzsche e sentir o espírito dionisíaco que há dentro de todos nós...

Abraço.

Chris

bruno nobru disse...

penso que tudo depende de muitos tudos e de muitos nadas.. meus fluxos de energia estao caminhando para muitos lugares e tambem encontram-se com fluxos contrarios por vezes..

gostei de seus comentarios.. so nao entendi por que pensa que preciso ler mais nietzsche? o que me sugere dele?

obs.: conhece o tyler?

Christiane disse...

O Tyler não conheço, mas vi que vc está seguindo um dos meus blogs... Tenho 5...Conheça-os também...

Eu sugiro primeiramente um livrinho muito bacana onde há uma introdução ao pensamento de Nietzsche escrito pelo Prof Giacóia... Depois disso aí diria para você entrar no "Além do bem e do mal"

Abraço.

bruno nobru disse...

então, cliquei em um de seus blogs para ver o que acontece.. não tenho pressa... mas me diga, qual o motivo que te faz me sugerir a leitura de nietzsche e de teus blogs?

alguns pensam ter me entendido, mas somente ajustam algo de mim a sua imagem, podendo este ser um oposto de mim, uma idealização ou uma projeção, são multiplos os mecanismos do ego..

a interpretação pode ser tanto espiritual como um molho de pimenta, acreditar em qualquer um deles não nos deixará mais demente que já somos.. como disse, não estou com pressa, distraídos venceremos..

Christiane disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

O que me fez seguir seu blog foi justamente o fato de sermos parecidos em algo não acha?

Adoro ironias... kkkkkkkkkkkkkk Morri de rir agora de manhã... Isso é muito bom...

Sobre os mecanismos do ego está certíssimo... Muitos lêem nossos textos e interpretam o que estão sentindo no momento... Eu acho isso bárbaro e como futura filósofa analiso de coração e mente, pois só assim vejo "vida"...

Gosto de Nietzsche, amo Nietzsche e por isso digo à todos para que o leiam,,, porém Nietzsche é para poucos... Nem todos conseguem ler e abstrair mesmo o real em Nietzsche... Muitos só ficam na esfera de citações do "google"...

Suas poesias são profundas e acredito que há um grande potencial aí... Não te conheço, mas vejo uma águia...

Também não tenho pressa...

Abraço.

Chris :)

bruno nobru disse...

bom o papo que gera galhos.. gosto de conversas deste tipo..
a maioria nao compreende nietzsche mesmo lendo, e eu gosto de ler seus livros lentamente, vivenciando as palavras como um leao, lutando com dragoes.. voce deve entender o que estou escrevendo, pois textos sao reproducoes de vivencias, e as interpretacoes sao múltiplas.. como voce percebeu que temos pontos parecidos e compreendemos o que lemos apos ter certas experiencias subjetivas ou concretas..

voce ja leu o ecce homo? o tyler que comentei antes e do filme "clube da luta", vale a pena assistir, se bem que o livro e melhor por nao ter aqueles finais apoteoticos.. pode ser que vc goste..

abraço, bruno.

bruno nobru disse...

a, escrevo num outro blog de textos tambem, quando quiser de um pulo por la.. paisagenseriscos.blogspot.com

Christiane Forcinito Ashlay Silva de Oliveira disse...

Desculpe minha ausência... Dor de dente acredita?

Ainda não li "Ecce Homo" mas está aqui já... Como estou fazendo um trabalho com a genealogia da moral estou bem fixada neste entende?

E ainda não vi Clube da Luta, mas posso aproveitar o feriado e te escrevo assim que ver :)

Eu também gosto de papos que gera galhos, afinal é assim que aprendemos e apreendemos... Hoje bati o maior papo com dois teólogos (de caberça bem aberta...) e olha foi mt legal!

Amanhã vou conhecer seu outro blog, cheguei tarde hoje e estou dopada de tanto analgésico para dor (risos)

Continuamos... Abraço!!!!

Chris :/ (anestesia...sabe como é né...) hehehehe...

bruno nobru disse...

genealogia da moral foi um dos pucos que nao li, mas tambem ainda nao tive em maos.. todos do nietzsche eu acho muito bons, em especial o anticristo, assim falou zaratustra e humano demasiado humano.. eu os li e ainda estou lendo pois ainda estou vivendo..

massa trocar ideias com pessoas com pontos de vista diferentes, sempre acrescenta.. quando quiser pode escrever pro email trocarletras@gmail.com