21.7.09

à minha mão

ela sente sutil
leve e suave,
já tocou belas sonoridades

me sente
me reflete
e me acalma
risca e relaxa

faz coisas que
sem ela eu não faria

tem seu desenhos próprios
suas nuances,
veias e sulcos

me toca e se faz
ela mesma

7 comentários:

Sentilavras disse...

muito bonito, muito poesia!

bruno nobru disse...

a mao merece..

Erika M. disse...

Adorei.
Viva a poesia!
=]

Lelli Ramz disse...

Ela faz coisas.. em mim tb?

bjinhus, mãos e sentidos

Lelli

bruno nobru disse...

a mão percorre caminhos, corpos, objetos e vidas.. ela tateia, experimenta e pulsa!

Christiane disse...

Isso me lembra uma yoni... pesquisa e vc entenderá...

beijos...

bruno nobru disse...

Chris, pesquisei, não sabia dessa.. faz sentido sua associação..